Método BIMPlanejamento

BIM torna orçamento da obra mais preciso

By 27 de maio de 2020 No Comments

O planejamento de custos é uma das etapas mais importantes do projeto de engenharia. Se você não sabe quanto dinheiro será investido no trabalho, a obra corre o risco de parar na metade por falta de verba. Que desperdício, hein? Felizmente, a metodologia BIM ajuda a estimar um orçamento muito mais preciso. Confira.

Como estimar o orçamento da obra

Aqui no blog, nós já explicamos como acertar na previsão de gastos. O primeiro passo consiste em calcular o custo unitário de cada insumo. Depois, deve-se listar os materiais que serão utilizados na construção. Da quantidade de areia ao número de azulejos, tudo tem que ser contabilizado na soma das despesas.

O orçamento da obra ainda inclui o pagamento dos trabalhadores. É preciso saber quanto os pedreiros, carpinteiros e pintores cobram. O valor final, por hora ou por diária, dependerá do tempo necessário para que cada profissional realize o seu serviço. (Está tudo explicadinho no link acima. Se você quiser detalhes, basta acessar o artigo!)

Claro que estimativas estão sujeitas a erros. Elas não levam em conta o retrabalho. E, infelizmente, a construção civil é um setor em que falhas operacionais ocorrem com frequência, demandando correções ainda no canteiro.

Eis um exemplo simples. Digamos que a parede tenha sido erguida fora do prumo (ou seja, ficou torta). Pronto: lá vai a equipe derrubar o que foi construído, gastar mais material para refazer aquele pedaço da casa e, possivelmente, atrasar o cronograma do empreendimento. Desperdício de insumos, de tempo e, claro, de recursos financeiros. É aí que fica evidente a vantagem do BIM (Building Information Modeling).

BIM ajuda na previsão de custos da obra

Essa metodologia utiliza um modelo tridimensional do projeto. Para elaborar a “maquete digital”, a plataforma reúne a planta arquitetônica, os desenhos dos sistemas hidráulico e elétrico e os demais documentos indispensáveis para a obra.

Todo o conteúdo fica no mesmo arquivo e pode ser alterado instantaneamente. Assim, o método BIM permite soluções rápidas para os desafios que se impõem. Caso o engenheiro precise alterar as instalações elétricas de um cômodo, também conseguirá prever os inevitáveis ajustes na rede hidráulica antes que a equipe parta para a prática. Desse modo, o risco de retrabalho cai bastante, pois todas as variáveis foram testadas pelo software.

Para completar, o modelo digital ajuda a simular a logística. Ele antevê o tempo para a conclusão de cada fase da edificação. Com isso, dá para contratar fornecedores e prestadores de serviço na época certa.

Ora, é bem mais inteligente pagar a diária do azulejista quando a parede já tem reboco, né? Porém, sem um controle do cronograma, pode acontecer de o trabalhador ser chamado antes da hora. Ele vai estar à disposição (e cobrando por isso), mas não vai conseguir trabalhar, já que falta uma superfície pronta para aplicar azulejo. Em outras palavras: dinheiro jogado fora.

Resumindo, o método BIM facilita a previsão de orçamento da obra. O modelo digital calcula a quantidade de insumos necessários, organiza os prazos e colabora para um controle muito mais certeiro dos recursos. Quer saber mais? Então leia nosso artigo sobre o Building Information Modeling ser o futuro da construção civil.

E lembre-se: a Sulpply Engenharia utiliza tecnologia avançada para executar projetos com economia e qualidade. Entre em contato conosco para construção, reforma ou retrofit. Teremos satisfação em colaborar. Até breve!

Facebook Comments