Construção Civil

Tipos de contrato na construção civil variam conforme a demanda

By 15 de maio de 2020 No Comments

A demanda por um serviço de engenharia pode surgir de várias formas. Às vezes, você precisa realizar apenas uma obra simples. Em outras situações, o empreendimento envolve planejamento urbano, autorizações e uma série de burocracias. E, para cada caso, existe um tipo de contrato mais apropriado na construção civil.

Contratação de serviços de engenharia

Abaixo, listamos três modelos de contratação. Embora a gente não entre em detalhes, essas informações já servem para mostrar como cada caso requer uma solução personalizada. Veja só.

Empreitada global

Nesse tipo de contrato, como o nome indica, a empresa de engenharia é responsável por entregar todos os serviços do escopo. Trata-se de um trabalho multidisciplinar, que envolve as áreas elétrica, hidráulica, civil e de projetos executivos, entre outras. A solução é bastante utilizada em obras de reforma, expansão ou retrofit.

EPC Turn-key

Nessa modalidade, o papel da contratada é ainda maior. A empreiteira realiza toda a gestão do projeto, desde a elaboração das plantas baixas até a execução. Para isso, pode tanto contar com fornecedores terceirizados quanto assumir a tarefa exclusivamente.

Clientes costumam aderir a esse tipo de contratação quando não querem se arriscar, isto é, quando não têm expertise na área. Assim, a companhia de engenharia se responsabiliza por todas as decisões.

Contrato de preço unitário

Um terceiro tipo bastante comum de contrato na construção civil é por preço unitário. Nesse modelo, estipula-se um serviço específico. O valor é calculado com base numa unidade de medida. Por exemplo, o colaborador receberá X para aplicar 300m² de piso. Ou, então, ganhará por hora trabalhada.

Geralmente, essa fórmula é utilizada por incorporadoras ou empresas em contratos de facilities (terceirização de serviços especializados).

Como escolher o tipo de contrato para construção civil

Vale lembrar que cada contrato de obra tem vantagens e desvantagens. Por exemplo, é preciso observar a carga tributária que incide sobre a empreitada. Também cabe avaliar a extensão da demanda – quanto mais complexo o projeto, maior a necessidade de chamar responsáveis técnicos para conduzir a função toda.

O ideal é entrar em contato com empresas especializadas no ramo. Ouça a opinião dos profissionais. Eles saberão avaliar as suas necessidades e oferecerão alternativas com base no orçamento disponível.

Aliás, a parte financeira pesa bastante. Independentemente da modalidade de contrato que você assinar, é importante desenvolver um briefing minucioso para saber exatamente o que será feito. Escopo e prazo das atividades devem ser planejados com cuidado. Dessa forma, você evita imprevistos (que sempre geram atraso, desperdício de material e custos extras).

Aqui no blog, temos um post explicando por que o orçamento varia conforme o cliente. Também falamos sobre soluções tecnológicas que tornam a gestão do projeto muito mais precisa. É o BIM, método que reduz o risco de retrabalho e otimiza os recursos disponíveis. Fica a dica para continuar a leitura.

Esperamos que o conteúdo de hoje tenha sido útil para você. Precisando de ajuda, a Sulpply Engenharia está à disposição. Temos uma equipe altamente qualificada para projetos de construção, reforma e retrofit. Conte conosco!

Facebook Comments